Home Quem Somos Remedio e Dieta para Emagrecer. Veja como emagrecer com saúde!

Depressão causada pela Obesidade


Que relação existe entre as duas doenças mais debatidas nos meios de comunicação deste século? A verdade é que existe uma influência mútua entre estes dois distúrbios: as pessoas obesas têm maior probabilidade de sofrer de depressão do que o resto da população; por outro lado, as pessoas deprimidas têm maior probabilidade de engordar e tornar-se obesas do que as que não sofrem deste transtorno.

À medida que uma pessoa engorda e assiste às transformações por que o corpo passa, tende a sentir-se menos saudável e insatisfeita com a sua aparência, o que potencia o aparecimento da depressão. No caso das mulheres e das pessoas das classes sociais mais altas, esta correlação é ainda mais significativa.

A depressão acarreta, entre outras conseqüências, alterações fisiológicas ao nível hormonal e imunológico, capazes de alterar o peso e a imagem corporal. Além disso, o desinteresse generalizado e a desmotivação, sintomas “clássicos” da doença, podem levar o doente a uma vida mais sedentária, sem exercício físico ou cuidados com alimentação, ou até conduzir a distúrbios alimentares que incluem o excesso de comida.

Não é com certeza por acaso que os técnicos que acompanham os doentes com depressão recomendam vivamente a prática regular de exercício físico. Além dos efeitos diretos no peso corporal, este hábito ainda pode ser responsável pela redução do stress, ou seja, os benefícios são físicos e psicológicos.

A medicação antidepressiva diminui as atividades orgânicas eu neurológicas, diminuindo muito o metabolismo de quem faz uso desses medicamentos, e conseqüentemente um dos efeito colateral é engordar. Para minimizar esses efeitos é recomendado a prática regular de exercício físico, que vai acelerar o metabolismo e também ajudar no quadro depressivo do paciente.

 

Estudo Confirma Relação entre Obesidade e Depressão

Estudo realizado por pesquisadores de diversas universidades holandesas concluiu que há, de fato, uma relação bidirecional entre obesidade e depressão. Segundo o trabalho, que analisou 15 estudos envolvendo 58.745 pessoas, a obesidade aumenta o risco de depressão clínica em homens e mulheres e, por outro lado, a depressão pode ser o primeiro passo no caminho da obesidade.

Outra hipótese diz que a influência da obesidade no surgimento do quadro depressivo poderia ocorrer pela via da resistência à insulina ou mesmo por processos inflamatórios. E, observam os especialistas, não se pode esquecer da pressão exercida pelos padrões de beleza atuais, que não valorizam o sobrepeso.

O resultado do trabalho (“
Overweight, Obesity and Depression”) confirma estudos que encontraram uma associação entre aumentos das taxas de obesidade e também de depressão, nos Estados Unidos.

 


Por que a obesidade causa depressão?


A obesidade e a depressão estão fortemente ligadas, embora muitas pessoas não percebam que há mais de uma razão para isso. A obesidade traz vários riscos à saúde e a depressão é um fator que não pode ser desconsiderado.

Qual a conexão?

Por anos o debate sobre se a depressão causa obesidade ou se é a obesidade que causa depressão tem sido feito. Este é um argumento "ovo ou a galinha?", demonstrando que os dois estão muito ligados. Muitas vezes, quando um indivíduo obeso deprimido perde peso, a depressão também desaparece.

Psicológico

Parte da explicação para o excesso de peso causar depressão é psicológica. Indivíduos obesos tendem a ser muito conscientes de sua aparência e isso repercute em baixa auto-estima, nervosismo ao conversar com pessoas "bonitas" e também abre as portas para a injusta auto-avaliação.

Social

As pressões sociais definitivamente contribuem para a infelicidade dos obesos. Se uma pessoa é tímida ou tem medo de se socializar, esta solidão causará depressão. A falta de confiança  em si mesmo tornará ainda mais difícil se socializar, dando continuidade ao ciclo vicioso.

Hormônios

Os hormônios de um indivíduo de fato mudam com o peso excessivo. O corpo trabalha muito para manter o equilíbrio, mas em obesos este equilíbrio é constantemente derrubado e o corpo produz mais cortisol, um hormônio que aumenta o estresse e faz com que mais gordura corporal seja armazenada. Este desequilíbrio hormonal é o principal motivo pelo qual a obesidade causa depressão e por isso pode ser tão difícil para indivíduos obesos deixar este hábito.

Biológica

Vários fatores biológicos, além dos hormônios, ajudam a explicar porque a obesidade causa depressão. O peso extra provoca estresse nos ossos, músculos e articulações. Isto leva a mais lesões ou apenas mais "aflições", o que pode conduzir a sentimentos de cansaço e dor, fatores contribuintes para a depressão.

Societal

Por fim, existem várias razões sociais para o problema. Há bullies que fazem piada com pessoas acima do peso e indivíduos magros e "bonitos" que zombarão dos obesos. Há uma enorme pressão social para ser magro, e quando um indivíduo obeso é bombardeado com essas imagens, pode acabar depressivo.


< VOLTAR

Dieta para Perder PesoRemedio para Emagrecer | Dieta para Emagrecer | Como Emagrecer - Hortoclin